20/04/2017 19:15:00 - Atualizado em 20/04/2017 19:31:00

Atlético Nacional é o "pior defensor de título" da era moderna da Libertadores

Nelson Coltro/RedeTV!


(Foto: Reprodução/Twitter)

Atual campeão da Libertadores, o Atlético Nacional não começou nada bem a edição de 2017 do torneio. Em três rodadas, a equipe ainda não pontuou e está praticamente fora da fase mata-mata. O início é o pior de uma equipe que defende o título desde a mudança de regulamento da competição em 2000.

Um dos fatores que pode explicar o baixo rendimento da equipe comandada por Reinaldo Rueda é a perda de vários destaques do time campeão da Libertadores no ano passado. Sánchez, Marlos Moreno, Guerra, Berrío e Borja, por exemplo, deixaram o "Verdolaga" desde então. 

Nas três partidas, o time sediado em Medellín perdeu para Barcelona de Guayaquil (Equador) e Estudiantes (Argentina) fora de casa e jogando em casa acabou sendo derrotado pelo Botafogo.

Antes do Nacional, o pior desempenho de um defensor de título era de outro colombiano. O Once Caldas em 2005 havia somado apenas dois pontos após as três primeiras rodadas. Dos brasileiros, quem pior defendeu o título foi o Corinthians, que em 2013 tinha apenas quatro pontos nesta altura do torneio.

Confira o desempenho das equipes que defenderam o título da Libertadores na edição seguinte:

2001 - Boca Juniors: 9 pontos
2002 - Boca Juniors: 7 pontos
2003 - Olimpia: 3 pontos
2004 - Boca Juniors: 6 pontos
2005 - Once Caldas: 2 pontos
2006 - São Paulo: 6 pontos
2007 - Internacional: 3 pontos
2008 - Boca Juniors: 4 pontos
2009 - LDU: 3 pontos
2010 - Estudiantes: 4 pontos
2011 - Internacional: 7 pontos
2012 - Santos: 6 pontos
2013 - Corinthians: 4 pontos
2014 - Atlético-MG: 7 pontos
2015 - San Lorenzo: 3 pontos
2016 - River Plate: 5 pontos
2017 - Atlético Nacional: 0 ponto

Veja também!

Fifa autoriza "árbitro eletrônico" na Libertadores da América

Recomendado para você

Comentários